Publicidade

Comprar da China Ficou Mais Caro em 2018

Comprar da China Ficou Mais Caro em 2018

Infelizmente e para a nossa tristeza, a empresa brasileira Correios divulgou oficialmente em 27/08/2018 a notícia que todos temiam. Agora, mesmo  produtos não taxados na alfândega brasileira sofrerão um custo a mais de nada mais nada menos R$15,00, isso por pacote! Então, a partir de 2018 tenha muito cuidado porque comprar da China ficou mais caro.

Se você é como eu que ama comprar em sites ou aplicativos de compras que vendem produtos “baratinhos” chineses como o Aliexpress, Wish, Banggood, GearBest e tantos outros, saiba que além de pagar aquele preço final do carrinho de compras mais o frete seja registrado ou não, será necessário acrescentar a taxa de R$15,00 de entrega dos Correios.

Acredito que com essa taxa não valerá tanto a pena importar aqueles produtos baratinhos da China, afinal, talvez seja bem melhor e mais barato daqui pra frente, comprar em sites brasileiros produtos chineses vendidos por comerciantes importadores brasileiros. Isso porque quem importa em grande quantidade da China, consegue preços bem melhores e acaba vendendo aqui no Brasil com preços finais que não afetam tanto o custo em relação aos preços desses sites internacionais.

Sinceramente, eu não gostaria de compartilhar essa triste notícia aqui no blog, mas como sei que você precisa saber e se proteger dessa “facada” do Governo, resolvi escrever esse post o mais rápido que pude. Na verdade, já esperava por isso e avisei quando publiquei o outro post “Cautela ao Comprar no Wish em 2018” com o vídeo da reportagem que foi ao ar no Fala Brasil da Rede Record.

Nessa reportagem, o representante dos Correios já avisava sobre a possibilidade da cobrança de uma taxa, mas que não sabia ao certo qual seria o valor. Agora, eles já sabem e disponibilizaram no site oficial que você pode ver nesse link aqui. Nesse link, eles explicam detalhadamente como será todo o procedimento desde a chegada do produto no Brasil até o pagamento da taxa por boleto ou cartão de crédito.

Infelizmente, nem todos os brasileiros sabem que ao comprar em aplicativos como o Wish ou Aliexpress, por exemplo, sabem que estão importando um produto e isso acaba gerando muita confusão. Então, a empresa Correios fez questão de iniciar a página citada acima, explicando e fazendo esse alerta no item “Entendendo a Importação”.

Assista ao vídeo abaixo do Canal Oficial dos Correios no Youtube, que eles explicam tudo com mais detalhes:

Após essa notícia, vou deixar 3 dicas para “amenizar” um pouco as taxas e te ajudar a continuar comprando em sites que vendem produtos chineses:

1 – Dê preferência aos fretes mais caros ou empresas courier

Noss fretes mais caros, geralmente, já estão inclusos essas taxas de entrega que são compartilhadas com os Correios (ou entregue pela própria empresa contratada) e algumas vezes também já estão os impostos alfedangários inclusos, preste bem atenção e leia todas as pequenas letras no momento da escolha. Esse tipo de frete é excelente para compras que precisamos com mais urgência ou produtos que podem quebrar, por exemplo. Alguns bons exemplos de empresas que oferecem esse tipo de frete são: Fedex, TNT, DHL, EMS, entre outras. O bom é que, se os impostos estiverem inclusos, você não precisará pagar mais nada aqui no Brasil e receberá sua encomenda em casa.

2 – Evite comprar miudezas ou produtos muito baratinhos

Evite comprar produtos muito baratos, veja se vale realmente comprar lá fora um determinado produto que pode ser encontrado facilmente aqui mesmo no Brasil em sites como Mercado Livre, por exemplo. O Mercado Livre agora está fazendo uma espécie de programa de pontos que quanto mais compramos, vamos desbloqueando algumas promoções bem legais como Frete Grátis em compras com determinado valor, descontos em porcentagem e muito mais. Tenha todo cuidado a partir de agora porque 10 pacotinhos de produtos baratinhos que chegam da China será um total de R$150,00, ou seja, 10 x R$15,00 que é taxa atual cobrada pelos Correios.

3 – Use redirecionadores de encomendas vindas do exterior

Um redirecionador de encomendas é uma empresa que oferece uma espécie de caixa postal em seu nome em outros países como Estados Unidos ou Alemanha, por exemplo. Eles recebem suas encomendas vindas da China e “guardam” por um período de tempo (cada uma tem sua própria regra, pesquise bem antes de contratar) até que você diga a eles que já podem enviar para você aqui no Brasil. Então, eles arrumam tudo dentro de uma só caixa para dimuir o volume e enviam ao Brasil com a modalidade de frete escolhida por você. Porém, se o frete escolhido não tiver os impostos já inclusos, você terá que pagar se algum ou todos os produtos recebidos forem taxados. Em compensação se nenhum produto for taxado, você pagará apenas a tal taxa de entrega de R15,00 (assim esperamos!). Alguns exemplos de empresas redirecionadoras: Qwintry, EUA BOX, Shipito, Clevermail, entre outras.

Se tiver paciência, assista ao vídeo abaixo com a coletiva de imprensa que o Presidente dos Correios fez respondendo algumas dúvidas:

 

Sei que esse post não foi nada agradável de escrever e no momento em que escrevia recebi uma notificação do aplicativo SRO Correios que minha encomenda tinha mudado de status e adivinha? Já era a notícia que eu tanto temia, a mensagem “aguardando pagamento” apareceu para mim! 😒😢

E você o que está de tudo isso? Já recebeu sua notificação? Já teve que pagar alguma taxa de entrega? Desabafa aí nos comentário vai! Só não vale palavrão, tá?! Um suuuuper abraço e até o próximo post! 💋💋💋

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!